Bienal do Livro de Minas – Parte II e Final

Bom, minha viagem para Belo Horizonte com a finalidade de visitar a Bienal do Livro de Minas 2012 era para ter rendido no mínimo 3 postagens… mas como o programado não pôde ser realizado, lá vai a segunda e última parte da nossa “cobertura” do evento de uma vez só.

O domingão na Bienal foi muito excelente. Participei de alguns momentos interessantes como um momento de improvisação de quadrinhos que também é chamado de OUBAPO no espaço BIENAL EM QUADRINHOS. O Oubapo é um jogo de improvisação onde os quadrinistas, cada um com um folha demarcada com quadrinhos, deverão começar uma história em um tempo determinado. Após esse tempo ( que na Bienal foi de 8 minutos) ele trocam as folhas e cada um com seu estilo continua a história… em algum momento pode pedir a plateia para que os quadrinistas insiram um objeito, palavra ou personagem em algum quadrinho, dando uma maior interatividade com o público. Foi uma grande diversão. Pude acompanhar a criação de alguns OUBAPOS bem interessantes. Desculpem, mas não lembro dos nomes dos quadrinistas presentes naquele dia, mas vocês arrasaram.

Mural interativo do espaço BIENAL EM QUADRINHOS

Quadrinistas em ação no OUBAPO

 

OUBAPO sendo criado… e sendo mostrado na tela do espaço BIENAL EM QUADRINHOS em tempo real!

OUBAPO #1

OUBAPO #2

 A Bienal também é momento de reencontro e foi muito legal poder rever minha querida amiga Aída Souza… e tivemos bons momentos na Bienal e no boteco próximo a Avenida do Contorno ( KKKKKKKKKKKKKKKKKK, não vejo a hora de voltar e te ver novamente sua linda! )… Claro que faltou o Sinésio, que aguardamos que não nos mate por não ter sido avisado. (Suplicamos por suas desculpas… Nhaaaaaaaaam?!).

A foto não ficou boa… Mas pelo menos registrou Aída (vestida de paquita saltitante) e eu (eu cansado vestido de suco fresh de goiaba)

Mais uma vez, o espaço MUNDO DOS LIVROS com contação de histórias infanto-juvenis deliciosas. Sim, sou um apaixonado com quem sabe atrair sua atenção para uma boa história. E o pessoal ali estava dando show.
Na segunda-feira foi mais tranquilo, era meu último dia ali, e resolvi andar um pouco mais… parar em alguns pontos e fazer as compras com as poucas moedas que me restavam. Assisti a um recital de poemas de Carlos Drummond de Andrade que foi espetacular…

Lindos poemas de Drummond recendo recitado ao som de belas canções intrumentais.

Um momento de grande recordação pra mim foi a homenagem a dois grandes clássicos infantis: O BONEQUINHO DOCE e A BONECA PRETA, lançados pela Editora Lê. Esses dois foram livros de grande importância no meu prazer de ler… Foi bom saber que essas e outras lindas histórias continuam encantando gerações diversas.

 No final das contas. o saldo financeiro foi zero… raspei tudo que tinha. Mas o saldo de satisfação ficou em positivo. Valeu a pena essa minha “aventura”. Agora espero, quem sabe… na próxima ter a companhia de algumas ( melhor seria todas ) companheiras e parceiras de blog. Iríamos fazer uma grande farra… disso eu tenho certeza.

Como resultado da minha primeira bienal, ficou algumas lições:
– Sempre vale a pena ir a uma Bienal… não importa onde e como. Vá, a diversão é garantida!
– Junte dinheiro… mas muito dinheiro. É desesperador ver alguns livros em promoção e você ter que ficar uma hora decidindo por 2 livros, sendo que tem 8 em suas mãos e braços. SIM, EU PASSEI POR ISSO!
– Comunique-se. Converse. Interaja… Algo interessante na Bienal é que todos ali gostam de livros… alguns gostam pouco, outros um pouco mais, outros gostam muito, outros são loucos como você ( e eu!). Mas todo mundo que está ali tem uma relação bacana com o universo literário.
– Não deixe de olhar todos os stands… todos mesmo! Você pode se surpreender com coisas belíssimas.
– Vá com tempo… Nada de pensar em sair antes de ver tudo. Você pode ficar sabendo que houve sorteios, apresentações e promoções relâmpagos. Sim, eu passei por ISSO também. Desespero total depois.
– Quando acontecer uma Bienal ou Feira Literária em qualquer cidade, me chame… quem sabe não aceito o convite.

Sim… eu fui!

Bom, galera… essa foi nossa primeira “cobertura” de um evento literário. Espero que venham mais… muito mais. E sim, breve resenhas de alguns livros comprados por lá.

Ah! E tem surpresas também.

LEIAMOS!

Sobre o Resenhista:

Fabiano Fabiano Baloo é apaixonado por histórias. Ele é leonino, gosta de chocolates, pizza, coruja e a cor amarela . Adoraria ter se formado em Hogwarts.
Anúncios

3 pensamentos sobre “Bienal do Livro de Minas – Parte II e Final

  1. Foto feeeia… hahaha… vou muito voltar lá (agora com as atenções concentradas só nos livros e sem pensar em botecar na Contorno depois. hahaha) e nunca me esquecer que fui na minha primeira Bienal pra te encontrar, Fabs! Ótimo post, ótima companhia, tudo óóótemooo…

    bjo!

  2. Pingback: RESENHA: Eu Sei O Que Você Está Pensando. |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s